Leitura de Julho| A Irmandade Perdida

Essa é a primeira vez que faço esse tipo de post. Sei que é totalmente diferente do conteúdo que costumo trazer pra vocês, mas estou testando novos assuntos, afinal sou bem mais que cabelo e quero levar o blog para um novo rumo. Quero deixar o blog mais pessoal, compartilhar mais com vocês as coisas que gosto e o que acontece na minha vida.

Então se vocês gostarem desse tipo de conteúdo teremos uma resenha de livro por mês.

A Irmandade Perdida

Livro: A Irmandade Perdida
Título Original: The Lost Sisterhood
Autor (a): Anne Fortier
Editora: Arqueiro
Páginas: 528

 

Sinopse: Diana Morgan é professora da renomada Universidade de Oxford. Especialista em mitologia grega, tem verdadeira obsessão pelo assusto desde a infância, quando sua excêntrica avó alegou ser uma amazona – e desapareceu sem deixar vestígios.

No mundo acadêmico, a fixação de Diana pelas amazonas é motivo de piada, porém ela acabou recebendo uma oferta irrecusável de uma misteriosa instituição. Financiada pela Fundação Skolsky, a pesquisadora viaja para o norte da África, onde conhece Nick Barrán, um homem enigmático que a guia até um templo recém-encontrado, encoberto há 3 mil anos pela areia do deserto.

Com a ajuda de uma caderno deixado pela avó, Diana começa a decifrar as estranhas inscrições registradas no templo e logo encontra o nome de Mirina. a primeira rainha amazona. Na Idade do Bronze, ela atravessou o mediterrânico em uma tentativa heroica de libertar suas irmãs, sequestradas por piratas gregos.

Seguindo os rastros dessas guerreiras, Diana e Nick se lançam em uma jornada em busca da verdade por trás do mito – algo capaz de mudar suas vidas, mas também de despertar a ganância de colecionadores de arte dispostos a tudo para pôr as mãos no lendário Tesouro das Amazonas.

Entrelaçando passado e presente e percorrendo Inglaterra, Argélia, Grécia e as ruínas de Troia, A Irmandade Perdida é uma aventura apaixonante sobre duas mulheres separadas por milênios, mas com uma luta em comum: manter vivas as amazonas e preservar seu legado para a humanidade.

A Irmandade Perdida 2

A Irmandade Perdida  é aquele tipo de leitura agradável, que te prende logo no primeiro capitulo e logo você esta usando cada segundo do seu tempo livre para ler esse livro.

A historia é narrada em terceira pessoa e nos trás duas protagonistas igualmente fortes e interessantes. Os capítulos intercalam entre presente e passado, hora estamos envolvidos com a busca implacável de Diana e Nick pela verdade sobre as amazonas, hora estamos completamente envolvidos com a história de Mirina sua irmã lilli e as sacerdotisas da Deusa da Lua.

Confesso que me conectei mais com a historia  de Mirina que se passa no passado. A vida a obrigou ser forte e se posicionar diante dos acontecimentos, escolhendo ser forte e lutar, e essa atitude a transforma em  líder. A historia dela e suas companheiras vai acontecendo de forma natural, e aos poucas elas vão se transformando em guerreiras fortes e donas do seu próprio destino. Além disso achei que a história de Mirina e suas companheiras é muito mais rica em detalhes que faz com que fiquemos muito mais envolvidos e curiosos para saber o que vai acontecer. E a medida que ela e suas companheiras avançam em sua busca pelas irmãs sacerdotisas levadas pelos gregos  tanto a personagem principal quanto as outras mulheres vão ficando mais fortes e gostando de viver como guerreiras donas da própria vida.

Já a história de Diana se passa no presente e não é tão rica em detalhes, mas também é interessante. O primeiro ponto interessante é como mesmo sendo adulta e tendo uma vida estável, ela não superou o sumiço da sua avó e precisa de respostas, e a forma como ela se conecta com o mito das amazonas ,na minha interpretação, é mais uma forma de manter viva a memória dá sua avó, e logo de cara percebemos que toda a sua vida adulta é baseada nos momentos e ensinamentos  aprendidos com ela na infância e que bem no fundo  acredita que sua avó realmente tenha sido um amazona. A medida que a história de Diana vai se desenrolando nos prendemos mais, pois a história vai ficando empolgante e cheia de ação e aventura. E ela precisa  tanto descobrir a verdade sobre sua avó e as amazonas, que se joga nessa aventura sem medir as consequenciais, abandona o trabalho e toda a sua vida para conseguir essas respostas.

Quando o Nick aparece na história para acompanhar Diana no Templo, a forma como ela fica desconfortável com a presença dele, e não gostando nem um pouco do jeito rude e bruto de Nick fica claro que ai vem um romance, mas infelizmente achei que as coisas entre eles acontecem de uma forma muito abrupta e perde um pouco aquele encantamento com o romance. Em um momentos eles se suportam simplesmente porque ambos querem descobrir a existência das amazonas e de uma hora para outra estão apaixonados.

No geral achei o livro A Irmandade Perdida maravilhoso, terminei a leitura em uma semana, pois ele realmente nos prende, e a forma como cada capítulo hora conta a busca de Diana pelas amazonas, hora conta a busca de Mirina e suas companheiras nos mantém curiosos e ansiosos pelo próximo capitulo. A autora realmente nos faz acreditar que tudo aconteceu de verdade, pois ela mistura ficção e o seu conhecimento por mitologia grega na medida certa. Infelizmente o meu exemplar teve alguns erros de encadernação repetindo o mesmo capitulo três vezes, isso me deixou um pouco perdida mas quando percebi onde estava o erro foi só pular as partes repetidas e a leitura voltou a fluir.

 

E ai você já leu esse livro? O que achou? Ficou com vontade de ler?

Beijos e até o próximo post

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s