04 Coisas que a Transição capilar me Ensinou

Que a transição capilar é uma fase bem difícil nem preciso falar porque todas nós sabemos bem disso, e também sabemos bem que geralmente quanto mais difícil é o momento maior é o aprendizado. E hoje estou aqui pra dividir com vocês que estão pensando em passar pela transição tudo o que eu aprendi, e querendo muito  que quem passou por esse momento divida comigo o que aprenderam!

IMG-20160113-WA0017

Coragem

A coragem foi a primeira coisa que aprendi, sem ela eu não teria nem começado a transição capilar. E a grande verdade é que quando mais velhos ficamos, menos coragem temos para ter atitudes diferentes do que todos já estão acostumados.

Aceitação

Sabe aquela famosa frase: ‘aceita que dói menos’, pois é gata essa frase só fala verdade. A transição me ensinou a me aceitar, me ensinou que por mais que naquele momento meu cabelo estivesse  horrível com duas texturas, não tinha muito o que fazer ou ficar reclamando, e que  quanto mais eu ficasse irritada com isso mais doloroso seria pra mim. E o melhor desse aprendizado é que hoje consigo aplicar isso em varias situações da minha vida, e isso me tornou uma pessoa mais paciente e menos reclamona .

Amor Próprio

Por incrível que pareça meu cabelo natural me ensinou a me amar. Quando eu falo isso acho estranho, mas no fundo a transição capilar é muito mais que cabelo, é uma atitude de amor próprio. A medida que meu cabelo ia crescendo e a raiz crespa ia aparecendo, era como se eu estivesse tirando uma máscara, e que depois de muito tempo eu estava me vendo de verdade e o melhor era que eu estava me vendo de verdade, e amando o que eu estava vendo.

Autoestima

Sabe aqueles dias em que por mais que você faça escova e chapinha no cabelo, parece que nada dá jeito na raiz, aprendi muito com esses dias. Esses eram o dias em que alguém fazia um comentário sobre o cabelo, lembro que no meu antigo trabalho minha colega de trabalho chegou no escritório e a primeira coisa que ela falou foi: nossa o que aconteceu? Seu cabelo está horrível. E esses comentários são importantes e necessários porque eles me  ensinaram que não importa o que as pessoas falem, sou linda do meu jeito.

A transição me ensinou a ter coragem, me aceitar, ter amor próprio e auto estima, e isso são coisas que vão me acompanhar durante toda a vida, são ensinamentos que deixam bem claro que a transição capilar é muito mais me cabelo.

Me conta ai, o que acharam do post? O que a transição capilar te ensinou?

Leia também:

Desabafo| Mais respeito por favor

Desabafo| Meu cabelo não é modinha

Desabafo| Não quero ter cachos perfeitos

Mil beijos e até o próximo post!!!

Anúncios

Ultima Semana -Desafio 30 dias sem Chapinha

Oi minhas cacheadas, tudo bem por ai? Espero que sim! Sei que o post está meio atrasado, mas já expliquei aqui no blog os motivos do meu sumiço.
Meu cabelo nessa ultima semana não mudou em nada, os cachos estão lindos, e cada dia estou mais apaixonada. Não usei nenhum produto diferente e também não fiz nenhuma hidratação, pois estava doente, e sem animo pra nada.

SDC15338

SDC15336

Como falei no post sobre a terceira semana, não vai ter jeito, vou ter que cortar o cabelo, as pontas alisadas não tem creme que deixem elas enroladas e como sou a rainha da preguiça, fazer texturização não é uma opção que me agrade muito, então vou logo passar a tesoura porque já fico livre desse resto de progressiva. Progressiva na minha juba nunca mais!

Sobre o Desafio

Meninas recomendo, o desafio é algo libertador e ajuda muito na aceitação dos cachos, sabe aquela sensação de que todo mundo tá olhando pro seu cabelo, que tá feio, que tá muito volumoso, pois é o desafio ajuda muito nesse aspecto, é um processo dia após dia, e a cada dia você se sente mais segura com a juba. Além disso, o cabelo melhora quase 100%, como durante o desafio chapinha e secador estão proibidos, o cabelo tem um tempo pra respirar, e você passa a lavar e hidratar o cabelo com mais frequência e é visível que os cachos agradecem.
O melhor de tudo, é que durante o desafio você passa a se aceitar como você é, e aprende a amar os cachos e a cuidar deles, aprende como você gosta mais, e pra quem não lembra como o cabelo era, o Desafio é um ótimo jeito de redescobrir seus cachos.

Pra quem não acompanhou o desafio vou deixar os links aqui:

Desafio 30 dias sem chapinha

1ª semana desafio 30 dias sem chapinha

2ª semana desafio 30 dias sem chapinha

3ª semana desafio 30 dias sem chapinha

 Não esqueçam que essa semana vai ter sorteio aqui no blog, fiquem atentas!

Um beijo, e um cheiro!

1º Semana/ Desafio 30 dias sem chapinha

Oi minhas cacheadas e futuras cacheadas! tudo bem por ai ? espero que sim!

Como prometido, aqui estou, para compartilhar com vocês minha primeira semana sem chapinha. E se você ainda não leu o post sobre o Desafio 30 dias sem chapinha é só clicar AQUI.

Essa semana foi muito complicada, meu cabelo mesmo estando totalmente sem química, não está acostumado a cachear, então já da pra imaginar como foi difícil me encarar no espelho. Eu descobri meu cabelo muito quebrado, cheio de pontas duplas, muito frizz e algumas pontas lisas que infelizmente não saio no ultimo corte que fiz no meu cabelo e eu só fui reparar isso agora, durante o desafio.

Meu cabelo parece que esta reaprendendo a ser ele mesmo, os cachos estão abertos e não tem cara de cachos, parece que torci as mechas pra ficarem cacheadas, a parte do meu cabelo que está mais cacheada e saudável é a parte de baixo, o cabelo por cima e a franja quase não cacheia, a franja é a parte que mais tive trabalho para dar um jeito de ficar usável.

O que aprendi com essa primeira semana é que mesmo meu hidratando o cabelo e cuidado, não tem como fugir dos danos que a chapinha causa ao cabelo, e eles são muitos.

Ainda estou aprendendo a finaliza-lo, não estou usando nenhuma técnica, pois quero que meu cabelo fique natural primeiro, do jeito que ele é, pra depois eu avaliar se gosto mesmo dele ou se fica melhor com alguma técnica. Então só vou começar a finaliza-lo com fitagem ou texturização depois que ele estiver acostumado a ficar natural.

2015-09-02 15.50.55bru-lorena-transição-capilar

2015-09-02 15.49.25

2015-09-02 15.52.00

Desculpe não ter muitas fotos, mas minha autoestima não me permito postar muitas pois meu cabelo não ficou super cacheado e volumoso essa semana, e desculpem pela qualidade das fotos, eu perdi o carregador da minha maquina, tive que tirar todas pelo celular, mas semana que vem esse probleminha estará resolvido.

Por hoje é isso, amanhã tem post sobre os produtos que comprei para usar durante o desafio.

E ai o que vocês acharam? tem algum indicação de produto pra essa faze da transição ? me contem o que acharam!!

Um beijo, e um cheiro!!

#Desafio 30 dias sem Chapinha

Oi,oi oi cacheadas e futuras cacheadas, lindas do meu coração!!!

Setembro esta chegando, e todo inicio de mês é ótimo para mudarmos alguma coisa, ou começarmos novos projetos. Ha alguns dias, eu estão fuçando no instagram em busca de inspiração, e descobri o blog da Jessica Dantas, e logo ela me inspirou muito com o #Desafio 30 dias sem Chapinha. Achei que esse desafio seria uma ótima oportunidade para eu assumir meus cachos.

bruna-lorena-blog-30-dias-sem-chapinha-transição-capilar

Como o nome já diz, são 30 dias sem chapinha, e é uma ótima oportunidade para cuidar do cabelo, deixá-lo respirar, e descobri quais cuidados ele realmente precisa. Eu vou aproveita esses trinta dias para testar produtos, vê o que da certo, e o que, não da certo no meu cabelo, então se preparem pois em setembro vai rolar muita resenha aqui no blog!!! Ebá, ebá, ebá!!!

Vou vir aqui no blog toda sexta feira contar pra vocês sobre o desafio, o que estou mais gostando, o que tá sendo mais difícil, como meu cabelo está progredindo, enfim, uma vez por semana venho aqui contar tudinho!! Mas se você quiser me acompanhar diariamente é só me seguir no instagram @brunallorena.

 E ai vamos comigo?? O que acharam do desafio ?? 

Beijo, beijo

Meu corte de cabelo/ Big Chop

Oi cacheadas ou futuras cacheadas, tudo bem por ai ? espero que sim!

Hoje vim aqui falar pra vocês sobre meu ultimo corte de cabelo, ou como muitas costumam chamar, o Big Chop.  Pra quem nunca ouviu falar ou não sabe exatamente do que se trata,o  Big Chop nada mais é do que corta toda a parte danificada do cabelo, ou seja, aquela parte que tem alisamento, progressiva e químicas em geral.

Como já mencionei em  um post anterior estou passando pela transição capilar, e acabei resolvendo corta toda a parte do meu cabelo que ainda tinha alisamento.

No meu caso aconteceu de forma bem natural, porque nunca tive muito problema em corta o cabelo.  E como eu optei por passar pela transição usando a chapinha, a cada dois meses eu tinha que corta as pontinhas danificadas. Só que chegou a um ponto que meu cabelo natural estava em um tamanho bom, mas as pontas esticadas deixava o cabelo muito feio, mesmo com ele escovado e chapado, era visível a diferença entre o cabelo da raiz e as pontas.

Confesso pra vocês que quando comecei a pensar em cortar, eu achava que quando eu corto-se o cabelo só iria usar ele natural e que meus problemas com cabelo teriam terminado. Mas ai veio algumas dificuldades. Aqui na minha cidade não tem nenhum salão especializado em cabelo cacheado ou crespo, e acabei escolhendo um corte que não favorecia meu cabelo a ficar cacheado.

Eu sou uma pessoa muito de momento, não sou de pensar muito antes de decidir as coisas, e com o corte não foi diferente, me deu vontade de corta, passei uma semana procurando um salão para cabelo cacheado, e como não achei, fui em um que tenho costume de ir para escovar.

ddhddhdydh

(meu cabelo esta escovado e chapado)

Antes e Depois

(meu cabelo esta escovado e chapado em todas as fotos)

Eu amei o corte, mas não consegui usar o cabelo natural.

Acho que a transição capital é também um processo de aceitação, de nos aceitarmos  como realmente somos, e não dá  pra mudar tudo de uma vez. O corte de cabelo pra mim foi um passo importante porque agora ele está natural, sem nenhum tipo de alisamento e vai ser mais difícil eu ter uma recaída e fazer outra progressiva.

É como largar um vicio um passo de cada vez. E de todo esse processo, acho que o pior sentimento é a vergonha, a vergonha do que as pessoas vão achar, a vergonha das pessoas acharem feio e comentarem sobre seu cabelo, e sem duvida alguma, nesse momento senti um medo absurdo de escutar as mesma piadinhas sobre meu cabelo enrolada que eu escutava quando criança.

Em setembro faz seis meses que cortei toda a parte com química do cabelo, e acho que nesse momento eu estou mais decidida, e mais segura dos meus cachos. Estou preparando meu psicológico para assumir os cachos, afinal é isso que mais quero.

Espero muito que esse post tenha ajudado a todas que estão passando por transição, e estão pensando em fazer o famoso Big Chop!

Cacheadas e futuras cacheadas, me deixem saber o que acharam? Se você já fez o grande corte? E suas conclusões sobre a transição capilar? Vou adorar conhecer melhor vocês, e responder seus comentários.

Esclarecimento sobre minha transição capila

Oi minhas cacheadas ou futuras cacheadas! Tudo bem com vocês? Espero que muito bem, e que essa semana seja abençoada!

Apresentação1

Em um post anterior eu me comprometi a vir aqui uma vez por semana, falar sobre a evolução do meu cabelo e os meus cuidados com ele. Como fiquei muito tempo sem postar resolvi  vir aqui falar pra vocês tudo que rolou durante esse tempo.

Há muitos anos eu tento voltar aos cachos, mas sempre tinha recaídas e acabava alisando o cabelo, e era sempre por motivos bobos. Quando eu ia fazer alguma viagem, quando tinha alguma festa ou na maioria das fezes por preguiça de escovar e chapar os cabelos, eu corria ao salão de beleza, e fazia progressiva. Uma semana depois eu estava péssima e muito arrependida!

A ultima progressiva que fiz no meu cabelo foi em junho de 2014, eu ia viajar para praia com meu namorado, e não ia ter tempo de ficar escovando o cabelo e fiquei com medo do que ele ia achar do meu cabelo com a raiz super enrolada e as pontas lisas, então eu corri pro salão e fiz progressiva.

Quando voltei da praia, eu decidi que iria assumir meus cachos, que queria ser livre do secado, chapinha e progressiva. Então comecei aos poucos, meu primeiro passo foi largar a progressiva de verdade, e com isso fiquei dependente do secador e chapinha, e isso foi péssimo pro meu cabelo, ele quebrou muito, e mesmo eu hidratando muito, meu cabelo não agradecia nada, tentei vários produtos para hidratar, mas as pontas sempre estavam feias. Eu tentava disfarça fazendo cachinhos nas pontas com a chapinha, e isso danificava mais o cabelo, e consequentemente eu tinha que cortar as pontas e ficava com aquela sensação que meu cabelo não estava crescendo.

Essa fase foi horrível, varias vezes eu pensei em desistir, mas eu já tinha desistindo tantas vezes, eu queria ser leal comigo mesma e queria muito ter um cabelo bonito e saudável. Então eu decidir parar com a chapinha para amenizar um pouco os danos ao cabelo, mas acabou não dando muito certo porque escovar o cabelo pra ter um bom resultado é muito difícil e meu cabelo ficava cheio de frizz , então  voltei com a chapinha.

Minha vaidade não permitia eu usar o cabelo com duas texturas, então eu tive que adequar o que eu queria com a minha condição. Passei a hidratar o cabelo três vezes por semana, como eu já estava acostumada a fazer chapinha três vezes por semana, hidratá-lo  também não foi muito difícil.

E não pense que foi caro, porque não foi, eu comprei produtos que minha mãe usava no meu cabelo quando eu era criança, esses baratinho de perfumaria mesmo, e algumas ampolas que também são baratinhas. Não sei bem o motivo, mas naquele momento eu pensava que se eu cuidasse do meu cabelo como a minha mão cuidou  ele voltaria a ser o que era, Infelizmente não aconteceu um milagre, mas meu cabelo melhorou muito, mas nada dava jeito nas pontas, só a tesoura mesmo e eu sempre cortava as pontinhas, mais ou menos a cada dois meses.

Alem de me preocupar com o cabelo, com a hidratação, o crescimento e as pontas, eu me preocupava também com o que as pessoas pensavam e isso me atrapalhou muito. Eu tinha muito medo do meu namorado não gosta, do que as minhas amigas iam falar.

Como eu estava muito decidida, eu peguei varias fotos minhas de quando eu era criança, e mostrei pro meu namorado. Essa foi a hora da verdade, se ele gosta-se realmente de mim ele não importaria com meus cachinhos, e graças a Deus ele não criticou, pelo contrario, falou que achava lindo. E a opinião dele me encorajou muito a continuar com a transição capilar.

Aos poucos meu cabelo foi crescendo, e eu percebi que tinha que cuidar dele em casa mesmo, pois todo salão que eu ia a primeira coisa que o cabeleireiro falava, era que meu cabelo precisava de uma progressiva urgente, eu ficava muito irritada com isso e nunca mais voltava no salão.

Cacheadas por hoje é isso, tentei resumir ao máximo pra não ficar cansativo. Agora que vocês já sabem minha historia vai ficar mais fácil falar sobre cuidados com o cabelo e o que eu penso sobre transição capilar.

Comentem o que acharam do post, quero muito saber a opinião de vocês! E me contem também sobre a transição de vocês!

Beijos

Ótima semana pra vocês!